25 maio 2016

Com a alma...


Fui a Índia...e lá descobri que em meios as águas turvas e sujas se chega a santidade, se encontra o amor.

Não importa quem vc é de onde vem... será sempre recebido com chuva de alimento pra alma, com brilho no olhar de cada "Ser" e que te permite enxergar através de seu brilho próprio.
Sem tempo de registrar a tamanha beleza desse amor ao próximo, eu simplesmente fechei meus olhos e senti no fundo da minha alma cada segundos daquela chuva verde de alimento, da água escura purificando, do brilho que jorraram e do amor puro compartilhado.
Pode um dia minha mente se esquecer...
Mas jamais!!! minha alma se esquecerá.
"eu estive sim na Índia com minha alma".
21/05/2016
Adriana B. de Avellar 













***Não autorizo a divulgação do conteúdo desse poema para fins comerciais e estou sob proteção da lei do direito autoral nº 9610 de 10/02/1998. O conteúdo deste poema é de propriedade exclusiva de Adriana B de Avellar. Portanto, se resolver reproduzir ou divulgar algum conteúdo de post ou fotos publicadas aqui, estabeleça um link direto para o referido conteúdo.
**as imagens aqui postada foram retirada da Internet sem estarem creditadas...entretanto se vc  é autor da foto e não autoriza sua reprodução é só entrar em contato que retirado do ar imediatamente. 
NAMASTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário